Cidade
 
 
 
No coração de Santa Catarina, Curitibanos oferece como atração sua História e as belezas da serra, tendo como vocação acolher bem os visitantes.

Data de fundação - 11 de junho de 1869.


Data festiva - 08 de dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição.

Principais atividades econômicas - A trajetória econômica de Curitibanos tem origem nos tropeiros, nas fazendas e no ciclo da extração da madeira, atividade que cresce anualmente. Atualmente, a mola-mestra da economia municipal é a agricultura, com destaque para a produção de alho, sendo Curitibanos o maior produtor nacional. Também são fortes o comércio e o turismo.



População - 36.000 habitantes.


Colonização - Tropeiros gaúchos.


Principais etnias - Italiana, alemã, japonesa e cabocla.


Localização - Planalto Serrano, na entrada do meio-oeste, a 294km de Florianópolis.


Área - 952 Km2.


Clima - Mesotérmico, com temperatura média entre 15ºC e 25ºC.


Altitude - 987m acima do nível do mar.


Cidades próximas - Frei Rogério, São Cristóvão do Sul, Ponte Alta, Campos Novos.


História

Primeiro núcleo populacional do planalto catarinense, Curitibanos nasceu como pouso dos tropeiros sulinos que levavam gado do sul para as capitanias do centro do País. Palco das revoluções Farroupilha e Federalista e da Guerra do Contestado, foi parcialmente destruída pelo fogo em 1914, incendiada por centenas de fiéis em protesto contra a ofensiva militar nas cidades santas, contra a República e contra a propriedade privada de terras.
Renascida das cinzas, conserva a vocação de bem acolher os turistas. De sua área original desmembraram-se os municípios de Santa Cecília, Lebon Régis, Ponte Alta, Campos Novos, Canoinhas e parte dos territórios de Fraiburgo, Caçador e Matos Costa.


Turismo

Além de sua importância histórica, Curitibanos tem excelente localização - exatamente no centro geográfico do Estado – e muitas belezas naturais. Há campos verdes, araucárias seculares, degraus de rocha basáltica formando saltos e cachoeiras nos rios da região, além de fazendas centenárias.
Visite a antiga Prefeitura, transformada em 1972 no Museu Antônio Granemann, que guarda armas, espadas, canhões e outras peças usadas pelos rebeldes da Guerra do Contestado e da Revolução Farroupilha, além de objetos utilizados pelos antigos tropeiros.
Conheça também o Monumento ao Monge João Maria, construído no olho d’água onde o líder espiritual da Guerra do Contestado parava para descansar, e o Capão da Mortandade, palco de uma das mais sangrentas batalhas da Revolução Farroupilha, onde morreram mais de 400 farrapos, em 12 de janeiro de 1840.
Quem vem a Curitibanos não pode deixar de visitar os muitos saltos e cachoeiras existentes no município, com destaque para as que existem nos rios Marombas, das Pedras, Canoas, Correntes, dos Cachorros e Raso ou dos Pocinhos.
A cidade é também um convite ao bem-estar com o charme do campo. Nas fazendas históricas, os visitantes podem conhecer marcos da História da Guerra do Contestado e das revoluções Farroupilha e Federalista. Visite a Fazenda Forquilha, onde aconteceu uma das batalhas lideradas por Giuseppe e Anita Garibaldi.


Cultura e Eventos

Como os primeiros colonizadores de Curitibanos foram os tropeiros vindos do sul, as tradições gaúchas estão presentes no modo de vestir, no linguajar, nas cantigas e na alimentação do povo de Curitibanos. Mas a vinda dos imigrantes italianos, alemães e japoneses alterou os costumes e a economia, transformando a cidade em pólo multicultural.
Todas as etnias formadoras são celebradas durante a Semana Cultural e em outros eventos do calendário do município. No início de setembro, a Semana Farroupilha revive as tradições gaúchas, com desfiles, manifestações culturais e folclóricas. Em maio, a Expocentro realiza exposição agropecuária, industrial, comercial e de artesanato, com shows, bailes e folclore.


Infra-estrutura turística

- Com uma boa infra-estrutura urbana, em constante crescimento, Curitibanos conta com rede hoteleira de boa qualidade – são cerca de 400 leitos.
- Comer bem também é fácil: há bons restaurantes, com comida variada e tempero agradável.


Destaque

Uma média de 45.000 pessoas visita o Parque Pouso do Tropeiro a cada edição da Expocentro, uma feira de negócios que se transformou em festa popular de fama nacional. Standers apresentam diversos produtos da indústria e do comércio local.
Na praça de alimentação, 12 boxes servem lanches e refeições rápidas. Num amplo restaurante de 1.500m2 pode-se apreciar os pratos típicos da região. São 3 noites de shows com artistas locais e nacionais.


Como Chegar

Localizada às margens da BR-470 e a 16km do entroncamento com a BR-116, Curitibanos fica no centro geográfico do Estado. Conta com um aeroporto com pista pavimentada, de 1.400m x 30m.


Prefeitura Municipal - (49) 3241-1555, Fax: 3245-0073.

 
 
 

 
 
 
 

HOME INSTITUCIONAL CIDADE ASSOCIE-SE AGENDA SOLUÇÕES EMPRESARIAIS CONVÊNIOS ASSOCIADOS NÚCLEOS SETORIAIS

- Moveleiros
- Apicultura
- Automecânicas de    Curitibanos
- Gastronomia
- Contadores
- Dentistas

IMPRENSA
- Notícias
- Eventos
CONTATO
Av. Salomão Carneiro de Almeida, 388,
Ed. Gaboardi Master Center - 5° Andar, Sala 51
Curitibanos - SC | CEP 89520-000
e-mail: acicuritibanos@terra.com.br